Motores de busca também são poderosos para Branding

· PATYMARKETING
Autores

A Conductor – empresa especializada em SEO – publicou em julho deste ano, uma pesquisa realizada com mais de 1.200 voluntários, sugerindo que os motores de busca detêm poder sobre o reconhecimento de uma marca entre os consumidores. O estudo analisou um fabricante de refrigeradores e concluiu que a marca cresceu 30% na percepção dos entrevistados, aparecendo sempre acima dobra da página dos buscadores – visualizadas sem necessidade de rolagem – ou nos resultados de busca universais, que podem conter vídeos, imagens, notícias, entre outros.

De acordo com o estudo, as campanhas de custo por clique (CPC), juntamente com resultados de pesquisa orgânica elevaram o reconhecimento da marca em 20%, sendo que 10% foram oriundos, exclusivamente, da busca orgânica. Esses dados justificam a execução de anúncios pagos em conjunto com SEO, conforme relatório realizado pelo Google, em março. No documento, foi mostrado que quase a metade dos cliques em anúncios pagos são incrementais, ou seja, tráfego a sites de anunciantes, a partir de cliques em anúncios pagos, que não foram substituídas por visitas oriundas de buscas orgânicas quando os anúncios pagos estiveram pausados.

Em seu estudo, a Conductor indicou que, quando a marca da geladeira apareceu abaixo da dobra da página de resultados, houve queda de 20% do reconhecimento da marca. Por outro lado, ao classificar dez marcas de geladeiras encontradas em resultados de pesquisa para “comprar geladeira” (em uma escala de 1 a 10), as marcas que foram exibidas acima nos resultados de busca universais tiveram uma elevação de 20% da preferência sobre as demais.

As marcas que apareceram mais acima nos buscadores, que também utilizaram anúncios pagos, tiveram uma elevação de 10%, bem como as que ficaram melhores posicionadas nas buscas orgânicas. A pesquisa apontou também que o aumento na intenção de compra foi idêntico a elevação na qualidade percebida, com 20% para os resultados universais acima da dobra, 10% para as marcas bem posicionadas organicamente e por meio de anúncios e 10% para aquelas exibidas na parte de cima da página, isoladamente.

Para a realização deste estudo, os entrevistados foram divididos em cinco grupos, com 250 pessoas cada, em um ambiente controlado de laboratório. Após a divisão, eles foram direcionados para uma página de busca interna e utilizaram a palavra-chave “comprar geladeira”. Depois de clicar no botão “procurar”, os usuários foram levados a uma página de resultados personalizada e hospedada em um domínio de propriedade da Conductor. Depois de avaliar os resultados, os entrevistados responderam uma série de perguntas sobre marcas de geladeiras, percepção de qualidade das marcas, consideração do ato de compra e a intenção de compra do varejista.

 

Fonte E-Commerce News

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: