A fatura como aliada

· PATYMARKETING
Autores

O empreendedor brasileiro que procura se atualizar com frequência já deve ter lido uma porção de artigos sobre a fatídica hora do pagamento e outras características inerentes a este processo. Quase que domina o assunto, em teoria. Eu digo “quase” porque, na prática, o que vemos são várias lojas virtuais  repetindo erros bem comuns, como cenas de um velho filme que não para de ser exibido novamente.

Vamos fazer um rápido exercício mental: pense em algum site de compras, jogos ou qualquer outro serviço online que você utiliza com frequência. Agora procure lembrar dos métodos de pagamento que ele lhe oferece. Por sinal, a seção de pagamento desse site chama atenção? Você costuma receber e-mails com lembretes de atualizações pendentes na sua conta? Você pode pagar em outras moedas? Eles lhe perguntam quando você precisa atualizar seu cartão de crédito? O fato de você já ter suas informações registradas no site realmente ajuda no processo de pagar? Essas e mais uma miríade de outras perguntas devem ser feitas, toda vez que analisamos o sistema utilizado em nosso próprio e-commerce.

E quando falamos de melhorias, algumas medidas simples podem fazer toda a diferença. Por exemplo, de acordo com uma matéria um artigo do CRM Buyer, a inclusão de um atualizador de contas, que leva em conta novas datas de vencimento de cartão de crédito, possíveis mudanças de endereço e outros fatores, etc. pode adicionar cerca de 1% para suas receitas. Ainda de acordo com o artigo, somente o fato de disponibilizar aos seus clientes que comprem em suas moedas locais, cortando a necessidade da conversão, pode incrementar suas vendas entre 3 e 5 por cento. Tentador, não?

Podem me criticar pela obviedade de utilizar a Amazon como exemplo, mas no quesito pagamentos e faturas: o processo é tão simples e intuitivo que até mesmo uma criança conseguiria usar. Quem já comprou algo no site da gigante norte-americana sabe muito bem do que estou falando. É fácil, é descomplicado, é ágil. Todas as suas informações estão lá, seguras e atualizadas, sem brechas, rupturas ou confusões no processo. É como se após a primeira compra, virtualmente, você não precisasse se incomodar com absolutamente mais nada. Seu cartão, endereço de entrega, situação dos seus dados e etc. Um modelo que, penso eu, a maior parte das lojas virtuais deve, ou deveria, invejar.

Tags: 

CategoriaCases / E-CommerceNews

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: